institucional | cartão fidelidade | Convênios | Encarte | R. Humanos | RELACIONAMENTO | nossas lojas
Aprenda a identificar os tipos de gordura nos rótulos dos alimentos
Data de Publicação 23.01.2012 às 15:20
Pesquisa realizada com pacientes cardíacos em São Paulo mostra que quase 70% deles não têm o hábito de ler o rótulo dos alimentos e não conhecem os tipos de gordura presentes nos alimentos.

A melhor das gorduras - ou a menos pior - é a insaturada. No rótulo, ela é identificada em dois grupos: monossaturada, presente no azeite, por exemplo, e a poliinsaturada, encontrada no abacate, em peixes, castanhas, amêndoas, grão de bico e óleos em geral. A gordura desses alimentos ajuda a elevar o HDL, o bom colesterol.

“Seria uma prevenção de doenças cardiovasculares como infarto, derrame e até obstrução de artérias”, diz o nutrólogo Edson Credidio, da Unicamp.

A gordura mais perigosa é a saturada, de origem animal, que aumenta o LDL, o colesterol ruim. Encontrada em maior quantidade nas carnes, leite ou derivados e nos produtos industrializados como os biscoitos, deve ser consumida com moderação. Mas, por outro lado, se for abolida do cardápio traz problemas à saúde.

Deixa de absorver a vitamina lipossolúvel, que necessita da gordura para passar para o sangue. Vitaminas A, D, E e K. Fora que as gorduras é precursora dos hormônios sexuais, sais biliares. Se tirar a gordura, a pessoa fica doente”, orienta o nutrólogo.

Normalmente, as letras dos rótulos são pequenas e, na grande maioria, os alimentos têm as duas gorduras. Por isso, é preciso ficar atento ao rótulo e à matemática saudável: o consumo de gordura insaturada deve ser sempre o dobro da saturada.

A gordura trans modificada na indústria tem sido eliminada dos alimentos, como a maionese, por exemplo. Comparando os rótulos, existem opções ricas em poliinsaturados, que fazem bem, e têm teores mais baixos de gordura saturada, a mais perversa.

Quando a maionese é feita com ovos e óleo, a gordura saturada é maior. A insaturada existe, mas é menor. Quando é feito com óleo vegetal, a insaturada é maior, mais saudável.

A gordura deve fazer parte de um terço do cardápio diário, o que significa que uma pessoa com dieta diária de 2 mil calorias, deve consumir no máximo 600 calorias em gordura (pouco mais de 66 gramas). Segundo os nutrólogos, um dos alimentos mais ricos em gorduras do bem é o azeite extra virgem.


Fonte
Jornal Hoje

QUER RECEBER MAIS DICAS ?   CURTA A NOSSA PAGINA !



veja outras noticias...




Formas de Pagamento
Redes Sociais
  
ITDStudio.com Web System e Design - © Copyright 2011 - All Right Reserved