institucional | cartão fidelidade | Convênios | Encarte | R. Humanos | RELACIONAMENTO | nossas lojas
Você sabia que pedalar desenvolve vários músculos e a capacidade cardiorrespiratória?
Data de Publicação 27.01.2012 às 09:37
Os especialistas também destacaram a frequência cardíaca ideal para pedalar, como evitar cãibras, e o kit de segurança e equipamentos de manutenção que o ciclista deve ter.
Além disso, foram citadas as leis de trânsito para quem costuma andar de bicicleta.
Segundo D’Elia, a bicicleta é um ótimo método de fortalecimento para músculos e articulações. O ciclista consegue trabalhar no mesmo exercício diferentes regiões: quadríceps, posterior da coxa, panturrilha, glúteos, abdominal e extensores da coluna. Vale lembrar que até os músculos do ombro, braço e antebraço são desenvolvidos no ciclismo.
O ideal é que, ao pedalar, a pessoa não ultrapasse a frequência cardíaca máxima. Faça a seguinte conta: 220 menos a sua idade – esse é o seu limite. Se chegar até ele, diminua a intensidade para proteger seu coração. A frequência recomendada deve ficar entre 70% e 80% da máxima.
D’Elia recomendou não pedalar em alta velocidade nem em marchas mais pesadas por longos períodos. Isso pode sobrecarregar as articulações dos joelhos e causar lesões. Além disso, mantenha sempre os braços relaxados e não trave os cotovelos. Essa técnica ajuda a absorver o impacto contra lombadas e buracos da rua.
Em relação aos equipamentos de segurança, coloque iluminação branca na frente e vermelha piscante atrás da bicicleta. Também use sempre capacete e luvas.
Andar na ciclovia ou ciclofaixa é obrigatório. Quando não existir, pedale no acostamento ou na faixa de rolamento, no mesmo sentido de circulação regulamentado para a via. Faça sinais de mão para alertar os motoristas sobre as mudanças de direção que você pretende fazer. Lembre-se sempre de que a bicicleta é um veículo, portanto, é preciso conhecer e obedecer a todos os sinais de trânsito.

Veja as diferenças entre quatro exercícios aeróbicos:

Bicicleta:
50% capacidade cardiorrespiratória
40% força
10% flexibilidade

Caminhada e corrida:

70% capacidade cardiorrespiratória
20% força
10% flexibilidade
Dança de salão:
70% capacidade cardiorrespiratória
15% força
15% flexibilidade
Natação:
70% capacidade cardiorrespiratória
15% força
15% flexibilidade



Fonte
Bem estar com Ana Escobar

QUER RECEBER MAIS DICAS ?   CURTA A NOSSA PAGINA !



veja outras noticias...

As informações contidas neste site não devem ser usadas para automedicação e não substituem, em nenhuma hipótese, a medicação prescrita pelo profissional da área médica. Somente o médico está em condições de diagnosticar qualquer problema de saúde e prescrever o tratamento adequado.




Formas de Pagamento
Redes Sociais
  
ITDStudio.com Web System e Design - © Copyright 2011 - All Right Reserved