institucional | cartão fidelidade | Convênios | Encarte | R. Humanos | RELACIONAMENTO | nossas lojas
Novo exame para diagnóstico de tuberculose chega ao Rio e Manaus
Data de Publicação 05.03.2012 às 10:27
Nesta segunda feira (5) chega aos postos de saúde do Rio de Janeiro e Manaus um método mais moderno para identificar uma doença que ainda mata milhares de brasileiros todo ano: a tuberculose.


A tuberculose é um problema de saúde pública. De casa 100 mil brasileiros, 38 ficam doentes. No Rio de Janeiro, esse índice é três vezes maior. A Rocinha é a área da cidade que concentra o maior número de casos. Situação parecida com a de Bangladesh, Paquistão e algumas áreas da Índia.

No Brasil, a região norte tem o maior número de doentes.  Pelo menos 87 mil brasileiros contraem tuberculose por ano, segundo o Sistema Único de Saúde – o SUS. Esse número pode ser ainda maior, nem todos os casos são diagnosticados por causa da fragilidade do exame.


Sandra está em tratamento há cinco meses – demorou para ter o diagnóstico. O exame do escarro deu negativo. O resultado do exame depende do olho humano. Técnicos observam as amostras nos microscópios e contam os bacilos para saber quem tem tuberculose.
De cada 10 pessoas, apenas seis são diagnosticadas no primeiro exame. “Às vezes o paciente não escarra o suficiente e há um falso positivo ou falso negativo”, explica o bioquímico Jander torres.


Agora, um novo método chega ao Brasil: o GenExpert é indicado pela Organização Mundial da Saúde desde 2010 e já é usado em países como a África do sul. O exame é feito por biologia molecular. Reagentes químicos e sondas chegam ao DNA do bacilo da tuberculose. A imagem é ampliada várias vezes, como o zoom de uma maquina fotográfica. O resultado, com mais de 99% de precisão, sai em 2 horas.


“Já é sabido que essa técnica é melhor do que as técnicas convencionais." Ela é mais rápida e mais sensível. Porém é preciso avaliar como é o comportamento dessa técnica na rotina dos serviços de saúde. No ambiente do SUS”, diz o infectologista Marcelo Cordeiro. Como o bacilo da tuberculose é transmitido pelo ar, o diagnóstico rápido e preciso diminui o risco de contágio entre a população.

Serão 10 meses de testes e depois o método deve ser aplicado em outros estados do país.
 


Fonte
Bom dia Brasil- G1

QUER RECEBER MAIS DICAS ?   CURTA A NOSSA PAGINA !



veja outras noticias...




Formas de Pagamento
Redes Sociais
  
ITDStudio.com Web System e Design - © Copyright 2011 - All Right Reserved