institucional | cartão fidelidade | Convênios | Encarte | R. Humanos | RELACIONAMENTO | nossas lojas
´Bolinhas grudentas´ podem impedir metástase do câncer
Data de Publicação 06.01.2014 às 13:30
Pesquisadores americanos realizam testes preliminares de tratamento que mata células do tumor na corrente sanguínea.


Experimento causou a morte de células de câncer na corrente sanguínea (Foto: AP Photo)

 Estudos preliminares sugerem que ´bolinhas grudentas´ desenvolvidas por cientistas podem destruir células cancerígenas no sangue, impedindo que a doença se espalhe.

O estágio mais perigoso - e frequentemente fatal - de um tumor é a metástase, quando ele se espalha pelo corpo. Cientistas na Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, desenvolveram nanopartículas que permanecem na corrente sanguínea e matam células do câncer ao ter contato com elas.

Os resultados da pesquisa foram divulgados na publicação Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS). Os cientistas afirmam que o impacto do tratamento é ´dramático´, mas que ´há muito trabalho a ser feito´.

Um dos principais fatores da expectativa de vida após o diagnóstico de câncer é se o tumor se espalhou ou não. ´Cerca de 90% das mortes por câncer estão relacionadas com metástases´, disse o professor Michael King, responsável pelo estudo.

Agentes
A equipe de Cornell criou nanopartículas que transportam a proteína Trail (que também significa ´trilha´), que tem a capacidade de matar o câncer e já era utilizada em tratamentos experimentais, além de outras proteínas ´grudentas´.

Quando estas pequenas esferas eram injetadas no sangue, se agarravam aos leucócitos, ou células brancas. Testes mostraram que na corrente sanguínea, os leucócitos ´esbarravam´ com as células cancerígenas que se desprendiam do tumor principal e viajavam pelo organismo.

Mas as células de câncer morriam em contato com a proteína Trail, grudada nas células brancas. ´Os dados mostram um efeito dramático: não é só uma pequena mudança no número de células de câncer´, disse King à BBC.

´Os resultados na verdade são extraordinários, em sangue humano e em camundongos. Após duas horas de fluxo sanguíneo, elas (as células do tumor) desintegraram-se literalmente.´

King acredita que as nanopartículas poderão ser usadas antes da cirurgia ou da radioterapia, que podem resultar em células se desprendendo do tumor principal. O tratamento também poderia ser usado em pacientes com tumores muito agressivos, para prevenir que eles se espalhem.

No entanto, ainda é necessário realizar diversos testes de segurança em camundongos e animais maiores para que aconteça um teste clínico em humanos. ´Há muito trabalho a fazer. Ainda é preciso fazer muitas descobertas antes de que isto possa beneficiar os pacientes´, afirmou King.

Até agora, os dados indicam que o sistema não tem um ´efeito dominó´ no sistema imunológico e não danifica outras células sanguíneas ou o revestimento dos vasos sanguíneos.



Equipe Drogaria do Povo On-Line


QUER RECEBER MAIS DICAS ?   CURTA A NOSSA PAGINA !



veja outras noticias...

As informações contidas neste site não devem ser usadas para automedicação e não substituem, em nenhuma hipótese, a medicação prescrita pelo profissional da área médica. Somente o médico está em condições de diagnosticar qualquer problema de saúde e prescrever o tratamento adequado.




Formas de Pagamento
Redes Sociais
  
ITDStudio.com Web System e Design - © Copyright 2011 - All Right Reserved